Rock in Rio 2019: Vendas para o Rock in Rio Primeira Classe estão abertas

 

 

O transporte sairá de diversos pontos do RJ e deixará os passageiros em entrada exclusiva do festival

O Transporte Primeira Classe foi um sucesso nas edições passadas e esse ano o evento continuará a oferecer o serviço para o público. São 17 trajetos sem paradas, feitos em ônibus executivos. A opção é a mais confortável e a única que deixa os clientes em uma entrada exclusiva na Cidade do Rock. A volta acontece da mesma forma, saindo direto do parque. A tarifa foi mantida desde a última edição: R$ 100 com direto a ida e volta. O valor pode ser parcelado em até 3 vezes, e a venda está aberta com vagas limitadas no site http://transporteprimeiraclasse.com.br/. O Rock in Rio acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro na Cidade do Rock, na Barra da Tijuca.

O Primeira Classe conta com um dos maiores terminais rodoviários montados em um festival de música. A venda é somente online e os compradores deverão optar pelo ponto de partida, data e horário que desejarem, mas podem retornar em qualquer horário e para qualquer destino (exceto rota de Petrópolis), à partir de 22hs, com saídas mediante demanda.

Os usuários terão seu próprio voucher de embarque que só poderão ser utilizados em dia, horário ou ponto de embarque escolhido durante a compra. Os embarques serão por ordem de chegada e a organização recomenda que os passageiros cheguem com, pelo menos, 15 minutos de antecedência do horário marcado.

Confira os pontos de saída do Primeira Classe

Botafogo Praia Shopping, Shopping Nova América, Aeroporto Santos Dumont, Aeroporto Galeão, Niterói, Petrópolis, Ipanema, Copacabana, Tijuca, Rio Design Barra, Shopping Downtown, Praia da Barra da Tijuca, Méier, Rodoviária Novo Rio, Recreio, Lagoa Rodrigo de Freitas e Centro.

Os pontos de embarque informados são indicativos de sua localização aproximada. Os locais exatos de embarque serão informados posteriormente após determinação da autoridade de trânsito local (CET-Rio e outros órgãos dos respectivos municípios). É importante verificar próximo ao dia do show o local exato de embarque.

 

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985, nasceu com a missão de transformar as pessoas e o mundo a partir da música. Após 33 anos, o evento é parte relevante da história da música mundial e uma plataforma de comunicação que amplifica discursos e usa o poder de sua marca como força motriz para atingir seu compromisso na construção de um mundo melhor.

O poder de alcance do Rock In Rio tem números impactantes. O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock. Em 2017, 143 milhões de pessoas foram alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e, somente durante os dias de evento, foram 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes. Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento responsável e sustentável. Em 2001, reafirmou seu compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes do dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis. Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 100 milhões investidos em causas e a construção de um legado positivo para as cidades por onde passa – formou 3.200 jovens no ensino fundamental, no Rio de Janeiro; colocou 760 painéis solares em escolas públicas, em Portugal; e montou 14 salas sensoriais em ONGs para atender crianças com deficiências mentais e visuais. Os investimentos são provenientes da venda de ingressos e de ações promovidas junto aos parceiros.

Em 2016, foi a vez de anunciar o projeto do Rock in Rio Amazonia Live, que já garantiu a restauração de mais de 73 milhões de árvores e acontece em todas as edições do evento até 2019. Além disso, desde 2006, o Rock in Rio se compromete a compensar 100% das emissões de CO2 do evento — com auditoria da Delloite — e investiu num plano de redução de emissões, que incluiu a elaboração de um manual de boas práticas para patrocinadores e fornecedores, o qual vem sendo aperfeiçoado a cada edição e é utilizado até hoje em todos os países onde é realizado.

About the author

Related

WhatsApp chat