POLÍCIA CIVIL PRENDE OUTRO ENVOLVIDO NO LATROCÍNIO DO POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL E MAIS DUAS PESSOAS EM FLAGRANTE

Admilson Brasil Alves, vulgo “Miojo”

Nesta sexta-feira, 9, a Polícia Civil do Amapá, através da 2ª Delegacia de Polícia de Santana, num trabalho em conjunto com a 5ª Delegacia de Polícia da Capital, CIOP/SEJUSP, Polícia Militar do Amapá (Batalhão de Mazagão, Coe), Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros do Amapá, em continuidade a operação “Olhos de Vigília”, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor do nacional Admilson Brasil Alves, vulgo “Miojo” e prendeu em flagrante os nacionais Maria Tereza Brasil Alves e Francisco dos Santos Dias, todos, envolvidos no latrocínio do policial rodoviário federal Rubens Menezes, ocorrido no mês de junho do corrente ano, na Ilha de Santana.

De acordo com a delegada Luiza Maia, que preside as investigações, “Miojo” é membro faccionado e teria levantado informações sobre a rotina e as armas do policial. Ele estava escondido da casa de parentes (irmã e cunhado) no município de Mazagäo. “No momento da prisão, ele reagiu disparando tiros de uma arma de fogo contra os policiais, empreendendo fuga por uma área alagada. Em seguida, foi contido”, destacou a delegada.

A irmã e o cunhado de “Miojo”, que foram presos em flagrante, ocultaram, em sua residência, toda a parte eletrônica de uma lancha (rádios auto-falantes, potências e GPS) furtada no Rio Matapi e utilizada no crime. “Miojo” é o suspeito do furto.

O casal responderá por receptação e, ainda, Francisco, responderá por favorecimento pessoal, por permitir que “Miojo” se escondesse em sua casa.

Por: Assessoria de Comunicação

 

 Foto: Polícia Civil do Amapá

About the author

Related

Correio Amapaense - aqui a notícia chega primeiro