POLÍCIA CIVIL INDICIA MOTOTAXISTA QUE ASSALTOU PASSAGEIRO NA REGIÃO CENTRAL DE MACAPÁ

POLÍCIA CIVIL INDICIA MOTOTAXISTA QUE ASSALTOU PASSAGEIRO NA REGIÃO CENTRAL DE MACAPÁ

Por: Assessoria de Comunicação

 Foto: Polícia Civil

Na manhã desta quinta-feira, 13, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da capital, indiciou o mototaxista clandestino FAGNER SANTOS SILVA, de 28 anos de idade, pelo crime de roubo.

Segundo apurou as investigações, no dia 25 de Maio de 2019, a vítima, um homem de 42 anos de idade, solicitou um serviço de mototaxi na região central de Macapá e foi atendido pelo mototaxista FAGNER SANTOS SILVA.

Após acordarem o valor de R$ 10,00 (dez) reais pela corrida, ao chegar no destino o passageiro entregou ao mototaxista um nota de R$ 20,00 (vinte) reais e aguardou pelo troco.

O mototaxista desceu da moto e, em um movimento violento e rápido tomou o aparelho celular das mãos da vítima e lhe desferiu dois golpes com o capacete na região do rosto.

A vítima tentou reagir mas caiu ao chão desequilibrada e o mototaxista empreendeu fuga do local levando consigo o aparelho celular subtraído.

Diligências de investigação foram procedidas pela 6ª Delegacia de Polícia da capital com o objetivo de identificar a motocicleta através do circuito de imagens das câmeras dispostas nas vias públicas e por meio do rastreamento do aparelho telefônico.

No dia 06 de Junho de 2019 foi preso em flagrante delito pelo crime de receptação o nacional JONATAHS BARROS DE JESUS, de 29 anos de idade, por adquirir o aparelho subtraído por um preço muito aquém ao de mercado e não exigir nota fiscal.

No mesmo dia, o mototaxista clandestino FAGNER SANTOS SILVA, cognome Vovô, foi identificado pela Polícia Civil como sendo a pessoa que assaltou a vítima no dia 25 de Maio de 2019 e vendido o aparelho celular ao nacional JONATAHS BARROS DE JESUS.

Em desfavor de JONATAHS BARROS DE JESUS foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante nº 728/2019 e em relação ao nacional FAGNER SANTOS SILVA o Inquérito Policial nº 770/2019.

Segundo o Delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, que coordenação a investigação, “a vítima reconheceu o mototaxista pela região dos olhos, altura e compleição física. A motocicleta utilizada na ação delitiva também foi identificada. O aparelho celular foi apreendido na posse do receptador e posteriormente entregue à vítima do fato. O mototaxista confessou a prática do roubo. Reputamos que a investigação foi um sucesso”.

JONATAHS BARROS DE JESUS foi indiciado pelo crime de receptação dolosa e FAGNER SANTOS SILVA pelo crime de roubo, cujas penas são reclusão de 01 (um) a 04 (quatro) anos e multa, e reclusão de 04 (quatro) a 10 (dez) anos e multa, respectivamente.

O Inquérito Policial foi concluído e encaminhado à Justiça para a responsabilização criminal dos envolvidos.

About the author

Related

WhatsApp chat