POLÍCIA CIVIL INDICIA INTEGRANTES DE ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA QUE APLICAVAM GOLPES EM MACAPÁ COM EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS PELA INTERNET

As fraudes se iniciaram em 2017 e geraram mais de 130 vítimas em todo o Brasil.
Por: Assessoria de Comunicação

 

 Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da capital, em atuação conjunta com uma instituição financeira com sede em São Paulo-SP, identificou e indiciou os membros de uma associação criminosa que atuavam em todo o Brasil, a partir da cidade de Macapá-AP, enganando pessoas que estariam interessadas em contrair empréstimos bancários por meio da internet.

A fraude consistia em criar perfis falsos em um site de relacionamento social utilizando a logomarca da instituição financeira com atuação nacional, oferecendo empréstimos bancários com taxas de juros atraentes, sem comprovação de renda e a consulta a órgãos de restrição ao crédito.

Por meio da rede social, a vítima entrava em contato telefônico com o usuário do perfil, acreditando que estaria negociando com um funcionário da financeira.

Do outro lado, o criminoso enviava uma cópia falsa do contrato à vítima para gerar a falsa sensação de legitimidade da negociação e solicitava a realização de um depósito antecipado de valores, informando tratar-se de custas financeiras.

Através da investigação de rastreamento dos protocolos IP dos computadores envolvidos e a análise das informações bancárias, a Polícia Civil conseguiu identificar os envolvidos, todos da cidade de Macapá.

Uma mulher de 23 anos de idade e dois homens de 25 e 30 anos de idade foram indiciados pelo crime de estelionato e associação criminosa.

As fraudes se iniciaram em 2017 e geraram mais de 130 vítimas em todo o Brasil

Segundo o Delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, que conduziu as investigações, os danos podem ultrapassar a quantia de R$ 96.000,00 reais.

O Inquérito Policial será encaminhado à Justiça para a responsabilização criminal dos envolvidos.

About the author

Related

WhatsApp chat