PF não encontrou indícios de invasão em aldeia Waiãpi

Exército diz que PF não encontrou indícios de invasão em aldeia

Waiãpi denunciaram a invasão no sábado (27). Exército não encontrou indícios. PF fez perícia na região.

Exército Brasileiro declarou, na manhã desta segunda-feira (29), que a perícia da Polícia Federal (PF) não encontrou indícios de que houve invasão de garimpeiros e nem conflito com índios nas terras do povo Waiãpi, no Amapá.

A situação foi denunciada pelos indígenas a autoridades policiais no sábado (27). Um cacique foi morto na região na última semana.

Segundo o site G1, o comandante do Exército no Amapá, general Luiz Gonzaga Viana Filho, declarou:

“Pelo trabalho pericial feito pela Polícia Federal, um trabalho científico de peritos, não houve, até o momento, indícios de invasão e, consequentemente, não houve conflito.”

Em nota, a Funai também certificou nesta segunda que não houve indício da presença de grupo armado no local e que, de acordo com a equipe, “será feito um relatório pormenorizado, contendo até os pontos georreferenciados”.

Mais cedo, ao deixar o Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro disse que não havia indícios de ataque contra indígenas no Amapá.

Como noticiou a RenovaBolsonaro declarou:

“Usam o índio como massa de manobra, para demarcar cada vez mais terras, dizer que estão sendo maltratados. Esse caso agora aqui. Não tem nenhum indício forte que esse índio foi assassinado lá. Chegaram várias possibilidades, a PF está lá, quem nós pudemos mandar já mandamos. Buscarei desvendar o caso e mostrar a verdade sobre isso aí.”

 

 

 

 

 

 

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

 

About the author

Related

Correio Amapaense - aqui a notícia chega primeiro