HOMEM É PRESO EM FLAGRANTE POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM VITÓRIA DO JARI

 

O casal tinha um relacionamento afetivo há 10 anos, com histórico de violência e agressão. O agressor já havia sido preso, no ano passado, pelo mesmo crime.

Por: Assessoria de Comunicação

 Foto: Polícia Civil

Na última segunda-feira, 27, numa ação conjunta entre a Polícia Civil do Amapá, através da Delegacia de Polícia de Vitória do Jari, e a Polícia Militar, um homem foi preso por ter agredido a sua esposa e um vizinho, que tentou socorrê-la.

A própria vítima se deslocou até a Delegacia e relatou o ocorrido, momento em uma guarnição da Polícia Militar fazia uma apresentação de um indivíduo. Em seguida, os policiais militares saíram em diligências e conseguiram efetuar a prisão do acusado.

De acordo com informações prestadas pela vítima, o seu chegou em casa embriagado e discutiu com ela por motivos fúteis, tendo se descontrolado e a estrangulado, lesionando a sua boca. Ao presenciar a situação, um vizinho tentou socorrê-la, mas também foi agredido com uma cotovelada no rosto.

O Delegado de Polícia Carlos Alberto, após ouvir os condutores, a vítima, o vizinho e, por fim, ouvir o agressor, entendeu se tratar de lesão corporal leve qualificada pela violência doméstica, crime cuja pena máxima é de até 03 (três) anos de detenção.

Ao pesquisar sobre os antecedentes do agressor, verificou que o suspeito já havia sido preso em flagrante pelo mesmo crime ano passado e contra a mesma vítima, que possui um relacionamento conturbado há 10 anos e com dois filhos menores de idade.

De posse desses dados o Delegado lavrou o Auto de Prisão em Flagrante e deixou de arbitrar fiança, já que entendeu estar presente os requisitos da prisão preventiva para garantir a execução das medidas protetivas de urgência requeridas pela vítima.

“O crime de violência doméstica e familiar deve ser combatido com vigor e não deve ficar impune para não evoluir para crimes mais graves como o feminicídio. O desafio é grande e a cultura de agressão à mulher deve acabar o quanto antes”, alertou o Delegado.

Os moradores de Vitória do Jari ainda podem contar com o “Disque Denúncia”, através do telefone (96) 99154-4989, em que o anonimato é garantido. Pelo aplicativo “WhatsApp” é permitido ainda encaminhar fotos e vídeos.

About the author

Related

WhatsApp chat