Facebook pode pagar multa de até US$ 5 bi por violação de privacidade de usuários

O fundador Mark Zuckerberg deve ser considerado responsável pela quebra de sigilo.

A empresa começou a ser monitorada pela Comissão Federal do Comércio após o escândalo do uso indevido de dados por parte da Cambridge Analytica

Facebook pode receber uma multa de 3 a 5 bilhões de dólares pela violação de privacidade dos usuários da rede social. A empresa começou a ser monitorada pela Comissão Federal do Comércio após o escândalo do uso indevido de dados por parte da Cambridge Analytica.

A investigação da agência ainda está em andamento, mas depois da sinalização desta quarta-feira (24), o fundador Mark Zuckerberg deve ser considerado responsável pela quebra de sigilo.

Em 2011, a rede social assinou um acordo com o governo dos Estados Unidos garantindo que manteria em sigilo os dados dos usuários.

Com o caso da Cambridge Analytica, as atenções se voltaram ao Facebook e às medidas de privacidade da empresa.

Além do escândalo que levou Zuckerberg a prestar esclarecimentos ao Senado norte-americano, a empresa se envolveu em outras polêmicas de violação de privacidade e falhas de segurança.

Nos últimos dias, por exemplo, a companhia revelou que armazenava senhas de e-mails de 1,5 milhão pessoas por acidente.

O fundador também foi acusado de conceder acesso a dados de usuários para alguns parceiros, enquanto negava aos rivais.

Se a condenação no valor de 5 bilhões de dólares se confirmar, esta será a maior multa aplicada pela Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos a uma empresa de tecnologia.

*Informações da repórter Nanny Cox

About the author

Related

WhatsApp chat