Governo inicia construção da nova ponte na Lagoa dos Índios

As obras na Lagoa estão incluídas no projeto de duplicação de 17 quilômetros da Rodovia Duca Serra.Por: Nathacha Dantas .Colaboradores: Gabriel Dias

 Foto: José Baía / SecomOperários trabalham na área desde o início da semana. Primeira etapa da obra deve ser finalizada em até 70 dias

O governo do Estado deu início à primeira etapa de construção da nova ponte sobre a Lagoa dos Índios, na Rodovia Duca Serra (AP-020), zona oeste de Macapá. Neste primeiro momento será feita a   fundação prevista para ser finalizada em até 70 dias.

As obras na Lagoa estão incluídas no projeto de duplicação de 17 quilômetros da Rodovia Duca Serra. E a ponte precisa estar de acordo com a nova extensão da pista evitando, assim, o afunilamento do trânsito.

De acordo com o cronograma da Secretaria de Estado de Transportes (Setrap), os trabalhos deveriam ter começado em dezembro de 2018, porém houve um atraso no transporte do maquinário que veio do sul do país, já que não é fabricado na região norte.

Nessa etapa está sendo feita a fundação por tubulação de ar comprimido, que é um tipo de fundação profunda, geralmente executada abaixo do nível de água. Caracteriza-se pelo uso de revestimento de aço ou concreto para auxiliar na escavação de um fuste cilíndrico e de uma base, que costuma ser alargada em formato de cone. Em geral, os tubos têm pelo menos 70 cm de diâmetro e costumam ser usados para obras de carga elevada como pontes, viadutos e edificações de grande porte. Daí a necessidade de máquinas pesadas e equipamentos específicos.

Técnicos da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) também trabalham na instalação de postes do lado direito da pista, de quem segue no sentido Macapá/Santana. A mudança da rede de alta tensão era um dos entraves para a obra.

De acordo com a Setrap, a estrutura foi planejada para suportar a movimentação da água, mesmo em períodos em que a maré atinge níveis máximos de enchente, principalmente, no inverno. O projeto também prevê a revitalização de todo o entorno da Lagoa dos Índios, que mede 420 metros, onde serão construídas quatro pistas, ciclovia, área de contemplação, acostamento, sinalização e iluminação.

Unidade de Conservação

Uma das condicionantes para se concluir a reestruturação da ponte da Lagoa dos Índios é a criação de uma Unidade de Conservação Ambiental na área. O projeto foi concluído pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e está sob análise da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), antes de ser encaminhado para votação na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap).

A proposta de criação da unidade surgiu, a partir de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o governo e o Ministério Público (MP/AP), como forma de compensação pelas intervenções no meio ambiente, feitas com a duplicação da Rodovia Duca Serra e pavimentação da Linha Verde. Os dois empreendimentos estariam impulsionando a ocupação do entorno da Lagoa, devido ao valor imobiliário agregado pelas duas obras.

Duplicação da Duca Serra

As obras na Lagoa estão incluídas no projeto de duplicação de 17 quilômetros da Rodovia Duca Serra. Os serviços começaram em frente ao 34º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), no bairro Alvorada, em Macapá, e se estendem até as proximidades do 4º Batalhão da Polícia Militar, no município de Santana. De acordo com o planejamento, a partir do mês de junho serão três frentes de trabalho na rodovia com serviços de terraplanagem e pavimentação asfáltica. A previsão é que toda a obra da Duca Serra seja concluída até o final de 2019.GALERIA DE FOTOS

 Créditos:

José Baía / Secom

About the author

Related

WhatsApp chat